Sobre o Amor

P1020690

Gikovate já disse que o relacionamento é mais saudável quando é formado por duas unidades, e não duas metades. Um relacionamento deve ser formado por trocas justas, uma vez em que estas trocas significam a neutralidade entre os mais generosos. Ambos devem se doar na mesma intensidade.

 É praticamente impossível dizer o que é a forma correta ou errada de um relacionamento. Muitos acham que só funciona se for entre semelhantes; Outros acham que apenas entre opostos.

 É muito relativo, pois cada um de nós diz e pensa algo diferente sobre o amor. Porque caberia a nós dizer qual a forma válida dele? O amor simplesmente acontece, não importa se é entre diferentes ou iguais, se for amor, vai ser.

 Porém, acho que quem acredita que deve ser somente entre semelhantes, muitas vezes está pensando apenas em sí. Conhecer algo novo é o que nos faz ficarmos vivos. Porque então procurar alguém semelhante a nós, para não nos somar pensamentos e conhecimentos desde o nosso parto? Porque é isso o que fazemos, nós estamos procurando a nossa outra metade que perdemos no nascimento, que nos traga de volta a sensação de conforto e paz, que sentimos apenas no útero das nossas mães. Mas faz parte do ser humano repudiar as diferenças. Não querer se relacionar com alguém de outra cultura, com roupas e músicas diferentes.

 Acredito mais no pensamento de quem diz serem os opostos a resposta (se é que realmente precisamos de uma). Estando ao lado de alguém diferente da nossa zona de conforto nos faz crescer ainda mais. Nós não viemos ao mundo para morrermos na tal da zona de conforto né?

 Vejo muito disso no meu namoro. Nós sempre fomos meio diferentes. Ele ouvia música brasileira; Eu, pop. Ele não tomava refrigerante; Eu, viciada em Coca- Cola. Ele só via filme de super-heróis; Eu, comédia romântica. Ele lia  no máximo os textos que eu enviava me declarando; Eu, com o sonho de ter uma biblioteca em casa.

 Porém as nossas diferenças nos fizeram evoluir. Hoje, eu e ele cantamos juntos todas as músicas. Hoje, nós tomamos só água com gás quando comemos pizza. Hoje, ele chora vendo A Culpa É Das Estrelas e eu choro vendo Velozes e Furiosos 7. Hoje, ele me da livros de presente e está com uma listinha dos que ainda quer ler.

 Nós dois somos unidades, numa soma básica em que 1+1=2, nós formamos um só, porque juntos nós nos completamos. Cada um com a sua individualidade, mas que ajuda o outro a evoluir como ser humano. Talvez, o amor seja isso: a evolução ocasionada por outra pessoa. Amar é evoluir.

Anúncios

10 comentários sobre “Sobre o Amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s