Não acabou, não

 casal

 Muitas pessoas, todos os dias, choram, quebram garrafas, borram a maquiagem por um amor que, simplesmente, “não deu certo”. Na realidade, eu acredito que não existe essa história de amor que não deu certo. O amor sempre dá certo, por mais que muitos digam “eu te amo” da boca para fora, ainda existem os apaixonados que amam de verdade e com vontade. Não é porque o namoro (ou casamento) acabou que não deu certo. Você passa dias e dias com aquela pessoa, conversam sobre assuntos que adoram, ouvem as mesmas músicas, ajudam um ao outro. Mas acabou. O amor sempre existirá, mas chega um momento em que já não é com a mesma intensidade. 

 Se houve amor de verdade, não haverá rancor, nem uma possível amizade é fora de cogitação. Se foi amor, sempre será. Isso me disseram quando eu estava na oitava série e ficou na minha cabeça. Não importa o tempo que passe, sempre vamos ter o sentimento de carinho, de querer ver o outro bem na vida dentro da gente. E isso que é o mais bonito do amor.

 Quando a gente ama, tudo o que fazemos e pensamos é no sorriso daquela pessoa. Quando o amor bate na porta, nós ficamos imensamente felizes por ele estar sendo retribuído na mesma intensidade. Mas e quando ele pede para sair? Pela porta, pela janela. Ou pelo ralo. As pessoas tem essa ideia de que quando ele pede pra sair foram iludidas, feitas de bobas. A verdade, e a mais simples de todas elas, é que não é bem assim que funciona.

 Muitos dizem por ai que amar dói. Mas amar também nos da uma salada mista de sentimentos bons. Tão bons, que quando já não estão mais na mesma intensidade nós ficamos em alguma espécie de ressaca sentimental. Pensamos que nunca mais vamos sorrir, que a pessoa nos usou e todas essas coisas que vocês sabem bem do que eu tô falando. Eu já pensei assim, mas com o tempo aprendi que não. Não fomos usados, nós ainda vamos sorrir, e muito! O amor não faz isso com as pessoas, nós mesmos fazemos. Acreditamos que a felicidade só será alcançada com alguém do lado. N-Ã-O! A felicidade mora ai dentro de cada um de vocês, basta procurá-la.

 Quando um relacionamento não vai bem, a culpa não é do amor. Nós estamos mudando constantemente, nossos ideais, nossos sonhos. Todos esses fatores que transformam esse sentimento. Isso: ele é transformado, não acaba. Sei que já disse que não tem como falar o que é o amor, mas é fácil de dizer o que sentimos com ele: carinho, respeito, desejo da felicidade do outro, admiração e etc. Só porque o relacionamento acabou, não significa que não existiu amor ou que ele acabou. O sentimento de carinho, respeito, admiração e o desejo pela felicidade do outro ainda ta aí. Quando o amor existe, é pra sempre.

 O seu ex namorado pode estar beijando outras bocas agora. Ou a sua ex noiva pode estar indo em várias festas com as amigas. Não é por esses motivos que você pode dizer que ele(a) não te amou. Amou sim, mas uma hora nós estamos preparados para outras aventuras. Afinal, a vida é tão curta e confusa, muita coisa pode acontecer a cada momento.

 Não insulte o amor falando que ele acabou. Tanta gente por ai que diz que esse é o único sentimento que pode mudar o mundo, não é porque com você já não é mais como antes, que ele acabou. Ele só foi procurar outros corações para ver as suas reações com esse sentimento tão lindo por perto. Todos temos o direito de amar, todos vamos amar algo ou alguém de diferentes formas e intensidades, e ainda assim vai continuar sendo amor.

 Posso dar um exemplo sobre tudo isso. Sabe aquele filme que você amava quando era criança? Você ainda ama. Experimenta: coloca ele no dvd/notebook e assiste. Não vai ser a mesma coisa, mas você ainda sente um carinho imenso por ele. Por todas as suas lembranças com seus pais assistindo juntos e comendo um bolo de chocolate. O amor por esse filme “não deu certo”, por isso você não assiste mais? Você mudou, apenas. Porque o seu parceiro não pode mudar também?

 Todos os dias vejo posts no Facebook e no Tumblr sobre amor. Amor que veio e que já foi. Amor que existe e que nunca se concretizou. Amor, simplesmente. Essa é a parte mais divertida: amar. Ter toda essa mistura de sensações e sentimentos de uma vez só são incríveis. O amor muda as pessoas, elas ficam alegres com outra pessoa ao lado mesmo sem estarem fazendo nada. As pessoas também mudam o amor, ele fica com outras formas, leva para outros caminhos.

 Enquanto o namoro/casamento estava acontecendo, o amor foi o que deixou os dois unidos por tanto tempo. Mas acabou, o relacionamento. Se foi amor, ele não acabou. Todos os sentimentos bonitos pelo outro estão ali, mas não mais pelos mesmos princípios. Isso é bonito, afinal. Não precisar ter “compromisso” com uma pessoa para dizer que quer vê-la bem. Esse é o real sentido do amor, querer ver o outro feliz, não importa a situação.

 Ame e esteja preparado para novas aventuras, porque é isso o que a vida nos proporciona, não é? Ame sem medo. Ame quem quiser. Ame por querer ou sem querer. Transmitir boas energias é o que está valendo nessa jornada por esse mundo. O relacionamento pode acabar, mas o amor sempre vai estar ali para lembrar do quanto foi bom o tempo que estiveram um com o outro. Onde já existiu uma história de amor, o rancor não entra.

Anúncios

Um comentário sobre “Não acabou, não

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s