O Meu Herói Favorito

pai

Pai, aquela pessoa que esteve do nosso lado em todos os momentos, que nos ensinou o que é certo e o que é errado, nos fez decorar toda a tabuada e faz de tudo para nos ver bem.

 Ele sempre esteve lá para contar histórias para dormir, olhou Rei Leão 890 vezes, nos levou para andar de carro para cairmos no sono. Nos fez amar a praia, incentivou todos os nossos sonhos e sempre esteve pronto para uma bronca. Ele nunca mediu esforços pelo nosso sorriso e nem deixou de fazer tudo pelo nosso bem. 

 Nos levou no salão de beleza pela primeira vez; Voltamos para casa como dois pintinhos, com mechas loiras no cabelo. Que susto né mãe? Nos fez amar o Grêmio e até nos levou em um jogo, mas quando pedimos para ir embora no final do primeiro tempo, deixou o seu time do coração lá, porque a torcida do coração dele somos nós. E do nosso, ele.

 Não tem palavras para agradecer por tudo. Por cada sorriso, cada Gatorade que ele comprou pós campeonato, cada madrugada com bronquite que acabou tendo que me levar as 4h da manhã para a emergência, cada guerra de cócegas. Tudo. Foi tudo tão especial do lado dele que simplesmente não existem palavras para contar.

 Ele me contou grandes verdades sobre a vida, me fez perceber o quanto o mundo é cruel, mas eu também sempre tentei mostrar para ele que ainda existem pessoas no mundo que prezam pelo bem. Nós dois sempre tivemos nossas opiniões distintas, mas o amor envolvido sempre resultou em milhares de sorrisos.

 Ele é aquele paizão que leva as filhas para passear e quer tirar foto de tudo. Aquele paizão que viaja o Brasil com a filha só para se assegurar de que nada de ruim vai acontecer. Aquele paizão que acorda as 6h da manhã só para nos levar para a escola, depois as 14h se divide em dois: um lado vai para a Zona Sul, para o cursinho de uma filha, e o outro lado vai para a Zona Norte, levar a outra para os intermináveis treinos de judô. E só para com esse vai e volta as 22h! 

 Antes mesmo do meu nascimento ele já era esse paizão. Sempre foi um ótimo padrasto para a minha irmã mais velha. Obrigada Thaynah por ter ensinado direitinho para ele como que é ser um pai. Só oito anos depois que esteve praticando e sendo literalmente um pai, que teve a primeira filha (de sangue, porque antes já tinha uma pra todo o coração dele).

 Logo depois, outra. A Nicole, e agora sim: chega de filha. Imagino o quão difícil deve ser para ele viver com quatro mulheres dentro de casa. Uma vez por mês da uma passadinha na farmácia e sai com três sacolas de absorventes. Sem contar a interminável compra de shampoo para a casa, sendo que até careca ele já ficou com tudo isso.

 Agradeço todos os dias por esse amigo em forma de pai. O meu porto seguro, onde eu sei que não importa a situação, eu posso correr na direção dele para que tudo se resolva. Ele sempre esteve aqui, no lado de nós quatro, e nós sempre estaremos aqui também, do lado dele para o que der e vier. Te amo pai!

Anúncios

2 comentários sobre “O Meu Herói Favorito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s