Não é conto de fadas

sem-titulo

Durante a infância nos fizeram acreditar em contos de fadas e que nós deveríamos ir atrás dos nossos príncipes encantados. Algumas de nós ainda espera por eles, mesmo sabendo que é tudo uma grande invenção da Disney. Nos fizeram acreditar que é um grande privilégio termos um homem nas nossas vidas. Acabamos acreditando que nós deveríamos estar satisfeitas por “termos” alguém. Não podemos reclamar.

Quando entramos em um relacionamento amoroso com outra pessoa o pensamento é como se nós estivéssemos com muita sorte. Como se tivesse sido um milagre encontrarmos alguém que finalmente demonstrou interesse por nós. A verdade é que nós é que devemos ter interesse por nós mesmas.

A ideia de que estarmos em um relacionamento é um sinal de sorte grande nos faz cultivar a crença de que nós não podemos deixar com que isso acabe. E então nós fechamos os olhos para certas situações.

Deixamos de sair com as amigas e amigos. Deixamos as nossas maiores vontades de lado para agradar a outra pessoa. Nós deixamos de ficar felizes pelas nossas conquistas para não magoar a outra pessoa. Trocamos a roupa. E nós até pensamos em terminar tudo de uma vez, até que ouvimos que, se isso acontecer, a outra pessoa vai se matar. Então nós desistimos.

Ouvimos que nós não somos inteligentes e que deveríamos nos sentir mais do que privilegiadas por termos aquela pessoa ali. Sinceramente, eu não me sentiria. Acontece que todas essas coisas, e muitas outras, fazem parte da rotina de diversos relacionamentos amorosos e muitas mulheres ainda se sentem presas neles. Talvez por medo, insegurança, pena. São muitas das justificativas que ouvimos de amigas e conhecidas para não terminarem um relacionamento abusivo, simplesmente porque não querem ter que admitir que é um relacionamento abusivo. Ter medo e angústia de dizer que os contos de fadas, de repente, são só para fadas e que nós somos seres humanos. E nós sabemos o quão ruim o ser humano pode ser.

A nossa luta é diária. Nós não queremos ver mais irmãs morrendo por conta de um relacionamento com abusos físicos. Nós não queremos ver mais irmãs chorando escondidas por abusos psicológicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s