Adeus, 2016

source

2016 foi um turbilhão de experiências e sentimentos. Bons ou ruins, o que importa é que tudo o que aconteceu neste ano que passou nos tornou as pessoas que somos hoje.

Comigo tudo começou no meio de um caos. Muitas lágrimas e soluços com medo de que não entraria na faculdade. Vou contar a verdade pra vocês: eu não poupei o choro nesse ano não. Teve muitas lágrimas rolando, tanto por tristeza quanto alegria.

Hoje eu não me arrependo de nada do que aconteceu. Nós estamos sempre evoluindo e 2016 com certeza foi um ano de muito aprendizado e evolução.

Teve desgraça? Teve. Muita, na verdade. As individuais e as coletivas. Lágrimas pelo próximo e pelo nosso próprio ego. Lágrimas que resultaram em abraços, união e empatia.

Foi um ano em que nós percebemos, mais uma vez, o quão monstruoso o ser humano pode ser. Mas percebemos também que se nos darmos as mãos e enxergarmos as dores do outro, além dos nossos próprios umbigos, nós realmente podemos mudar alguma coisa.

Foi um ano de luta também. Luta social, política e individual. Lutas que mostraram que nós não podemos nos calar jamais e que não podemos desistir jamais. Devemos lutar pelo o que é realmente justo até que enxerguemos mudanças. Em 2017 a luta continua.

E teve as Olimpíadas. Superação. Pra mim, o que mais me tocou foi Rafaela Silva, campeã no judô. Talvez seja pela ligação com este esporte, mas vamos ter que concordar que aquela medalha de ouro pode até ter nos emocionado, mas nós JAMAIS saberemos o que aquela mulher sentiu no peito. O que ela sentiu não só naquele momento, mas a vida inteira até chegar no lugar mais alto do pódio daquela tarde.

Tivemos também mortes. E porque não falar delas? Com elas fomos relembrados de que nós devemos dar muito valor a cada dia e aproveitarmos o máximo. Vimos que a única coisa que deixamos aqui são as lembranças para quem ainda não se foi. Que em 2017 nós possamos viver ainda mais e criarmos memórias maravilhosas para uma eternidade.

E 2016 acabou. Assim como namoros, amizades, faculdades, escolas, casamentos e a lista continua. Tanta coisa acaba o tempo inteiro e a única coisa que temos certeza é que a cada término que nós presenciamos é para que surjam novos começos. Então, que comece 2017!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s