Mulher


É resistência. É sonhar alto. É correr atrás. Sorrir enquanto sangra. Chorar de tanto rir. É provar que é sim capaz. É ouvir muitos “nãos”. É ser duvidada e mesmo assim não desistir.

Gerar a vida. Mas de preferência quando ela decidir que quer. Viver corajosamente todos os dias sabendo de cada um dos riscos que corre.

É passar batom vermelho. É não passar nada. É dançar funk depois de ouvir Caetano. É escolher por não tirar os seus pêlos do corpo. É também preferir ficar sem nenhum.

É colocar uma casaco na cintura antes de sair de casa. É gritar com homem machista no meio da rua. É ter medo do que poderia ter acontecido com ela depois daquilo.

É lutar pelos seus direitos. É gritar a sua vontade. Nem sempre é sobre ser ouvida, e sim sobre mostrar que tem voz. E muita.

É mostrar para o que veio. É mostrar que vai ficar. É calar a boca de opressor. É deixar a sociedade de boca aberta pela união.

É gostar de cozinhar e ficar em casa. Ou então pode ser também gostar mesmo é de uma boa festa e muita cerveja.

É sobre ser mulher. Ser forte. Ser independente. E é difícil ser mulher.

Anúncios